A fibrilhação auricular pode voltar?

A probabilidade de retorno da fibrilhação auricular depende das condições associadas a cada paciente.

Por vezes, a fibrilhação auricular aparece devido a problemas de saúde que são temporários e podem ser tratados, por exemplo, distúrbio da glândula tireoide, infeção ou desequilíbrio dos eletrólitos do corpo. Nesses casos, após o tratamento do problema de saúde grave, há menos probabilidade de a fibrilhação auricular retornar a curto prazo.

Se um paciente tiver outros problemas de saúde de base que predisponham à fibrilhação auricular, por exemplo, hipertensão, obesidade, apneia obstrutiva do sono, etc., é mais provável que a fibrilhação auricular retorne. Se esses problemas não forem tratados, é provável que a fibrilhação auricular ocorra com mais frequência e até mesmo progrida para permanente.

 

 


Páginas relacionadas